MAIS ANDANÇAS

1. Deslocação a Lisboa - Nos dias 18, 19 e 20 acompanhei Amadeu Baptista na sua visita a várias escolas da zona de Lisboa. Em Odivelas, apresentei o meu “Poemas para Brincalhar”, estudado por algumas turmas do 1.º Ciclo.
2. A 21 e 22 participei nas Sementes de Leitura, uma iniciativa da Escola Superior de Educação Paula Frassinetti, no Porto. Orientei duas oficinas: uma sobre “Leituras para a Infância: o Contador de Histórias” e outra sobre “Estratégias de escrita criativa para crianças”.
No dia 22 participei numa mesa, moderada pela Teresa Cunha da Salta Folhinhas, com Maria Emília Traça sobre a A Teia da Oralidade e concretamente sobre O fio da palavra em Trinta por uma linha

3. EB1 de S. Miguel de Nevogilde – No dia 25, visitei a EB1 de S. Miguel de Nevogilde (Porto) tendo passado quase todo o dia a apresentar os meus livros e a conversar com os alunos e os professores. Uma pequena Feira do Livro, organizada pela “Mãos à Arte”, serviu de motivo e de cenário ao encontro.

4. EB 2/3 de Taveiro – Coimbra – No dia 27, vivi um dos momentos de rara beleza na vida de um escrevinhador. Os alunos do 6.º A e 6.º B da Eb 2/3 de Taveiro, reuniram-se na Biblioteca Escolar, para lerem para mim alguns textos dos meus livros, devidamente orientados pelas professoras Dilma Rasteiro, Leonor Negrão, Maria João Caldeira e Paulo Martins. A dado passo do encontro foi surpreendido – absolutamente surpreendido – quando os alunos cantaram para mim os poemas “Antão era pastor” e “A canção do Atchim” do meu livro “Poemas para Brincalhar”, com música do professor Paulo Martins.
Ainda houve tempo para responder às perguntas colocadas pelos alunos.

5. Os primeiros passos – No dia 29, pela manhã, visitei com a Anabela Dias, a ilustradora dos “Poemas para Brincalhar”, o “Colégio Os Primeiros Passos”, no Porto. Leram-se poemas, falaram-se das ilustrações, responderam-se a perguntas, deram-se autógrafos gostámos muito da visita.


6. EB1 do Meiral – No mesmo dia, de tarde visitei o Jardim de Infância e a Eb1 do Meiral, em Canidelo, V. N. de Gaia. Esta escola convida todos os anos um escritor para conversar com os alunos e autografar livros. Foi o que fiz: de tarde apresentei os livros aos alunos e à noite, na Feira do Livro, autografei dezenas de livros. Gostei da iniciativa: convidar os pais para virem à escola, à Feira do Livro e conhecerem o escritor que esteve com os seus filhos é uma muito boa ideia. Adorei o dia e a visita.

Comentários

Mensagens populares