domingo, 28 de março de 2010

NA FEIRA DO LIVRO DA EB 1 DE S. JOÃO DA FOZ

Na passada Sexta-feira, dia 26, fui o convidado da Feira do Livro da EB 1 de S. João da Foz. O encontro com as diversas turmas da escola foi descontraído e agradável, sendo que a maior parte da leitura e a animação coube aos alunos, que tinham “estudado” vários dos meus livros, com especial destaque para os “Poemas da Bicharada” e “Poemas para Brincalhar”.
Curioso foi o facto de alguns alunos terem apresentado poemas seus.

sábado, 27 de março de 2010

CASA ANITA, EM BARCELONA

De 21 a 25, andarilhei por Barcelona, a visitar amigos (Glória Bordons, Mirea Manresa e Núria Vila) e livrarias, especialmente a "Casa Anita", livraria infantil de Oblit Baseiria que, no mais recente n.º91 da Revista de Literatura Infantil y Juvenil, escreve:
"Creio que os livros são importantes. Não sei se ler nos faz melhores pessoas, mas acredito na felicidade que os livros dão. E se há livros mais importantes que outros, diria que os bons livros para crianças deveriam ocupar o primeiro lugar.

Temos de ser muito exigentes com os textos e as imagens dos livros para crianças, estamos a formar novos leitores e pessoas. De facto, acredito que é mais importante a exigência e o rigor na publicação de livros para crianças que na de adultos.

Acredito no trabalho dos bons escritores para crianças, dos bons ilustradores e dos bons editores, e por isso desfruto fazendo chegar ao leitor todos estes maravilhosos livros que se fizeram com verdadeira paixão, amor e respeito. (...) Passo o tempo andando entre livros e sou feliz. "
Eu posso testemunhar que é verdade. Obrigado, Oblit.

ANDANÇAS TARDIAS


Apesar de já se terem passado alguns dias, não gostaria de deixar passar o registo das minhas andanças na semana de 15 a 19 de Março.
Assim:
- Na Segunda-feira, dia 15, visitei o Jardim de Infância da Lousã, lendo e contando algumas das minhas histórias e poemas aos mais pequenos dos pequenos;
- Na Terça-feira, dia 16, estive na EB 1 do Picoto e na EB 2/3 do Cucujães com uma pequena multidão de alunos para apresentar os meus livros e conversar os mesm
os;
- Na Quarta-feira, dia 17, na companhia da Natália Moleiro, da livraria K de Livro visitei duas Escolas do Agrupamento Gualdim Paes, em Pombal;

- Na Quinta-feira, dia 18, voltei à Lousã, para visitar 3 escolas do Agrupamento de Escolas Álvaro Viana de Lemos (e apaixonei-me pelo Castelo da Lousã, onde fui levado a almoçar);
- Na Sexta-feira, dia 19, apesar de ser dia do Pai, estive todo o dia na EB 2/3 de Fermentelos, a dar conta da escrita e da edição de livros.

sexta-feira, 19 de março de 2010

NOVO LIVRO - "RARAS AVES RARAS"

Este livro resulta da colaboração estreita e recíproca entre o Zoo de Lourosa e os estabelecimentos de ensino do grupo escolaglobal® (Externato Paraíso dos Pequeninos e Colégio das Terras de Santa Maria) para a valorização da biodiversidade e da educação ambiental. No âmbito do projecto “Voar a Ler” de promoção da língua materna, todos os alunos do 1.º ciclo do Externato e os membros do clube de poesia do Colégio do 2.º ciclo do ensino básico, depois de uma árdua tarefa de investigação, escreveram poemas sobre uma dúzia de RARAS AVES RARAS existentes no Zoo.
João Manuel Ribeiro coordenou o processo de escrita e deu aos poemas a forma final que aqui se apresenta.
Paralelamente, Gabriela Sotto Mayor orientou um clube de ilustração de alunos do 2.º e 3.º Ciclos e colheu ideias para o seu processo criativo.
Finalmente, os docentes e alunos do clube Music’@rte do Colégio compuseram e executaram duas obras musicais a partir dos poemas elaborados.
Todas as actividades desenvolvidas fazem parte do plano educativo integrado de estímulo à inovação e criatividade do grupo escolaglobal®.

domingo, 14 de março de 2010

SEMANA DE ANDANÇAS E FESTA

Disse-o já e muitas vezes: encontrar leitores nas escolas é uma delícia! Comprovar que o que escrevo é lido, com agrado, prazer e vontade de aprender e saber mais pelos alunos mais pequenos vale a pena a tarefa (ás vezes árdua) da escrita. Na semana que passou, pude experimentar, mais uma vez, como ler é uma festa!

E a festa começou na Segunda-feira, em Miranda do Corvo, bem no centro do país, na Biblioteca Municipal, com dois grupos de alunos do 1.º Ciclo, vindos das povoações vizinhas. Falei dos meus livros e escutei canções, vi desenhos e até uma pequena encenação inspirada pelo livro “A Menina das Rosas”.

A festa continuou Terça-feira, Murça, na Biblioteca Municipal de Murça, onde uma pequena multidão bebeu com sofreguidão as minhas palavras, leituras e respostas às perguntas colocadas. Aqui pude saborear os frutos que os meus livros produzem e sobretudo o espaço de criatividade e actividade que possibilitam. Adorei o entusiasmo que senti e os trabalhos apresentados.
Na Quarta-feira, desloquei-me à EB 2/3 César Augusto Pires de Lima, no Porto, para uma breve conversa sobre a poesia (o que é, como, sobre e quem pode escrever poesia, etc). Simples e breve, mas bom!

Na Quinta-feira, estive na EB 1 dos Castelos, no Porto e fui surpreendido pelos alunos mais pequeninos do Jardim de Infância e do 1.º Ciclo com as leituras feitas e os trabalhos elaborados a partir dos meus livros. Ouvir os muito pequenos soletrar versos dos meus livros é uma experiência indescritível, pelo que tem de beleza e magia!

Na Sexta-feira, e para terminar uma semana de festa, o encontro foi na EB1 da Ramada (em Burgães – Sto Tirso). Depois de cerca de uma hora de conversa com todos os alunos da escola, visitei uma exposição de trabalhos elaborados a partir dos meus livros (sobretudo o Improvérbios, o Poemas para Brincalhar e a Casa Grande) e repousei um “caditinho” na “Casa Grande” construída num lugar apropriado da escola – um bom sítio para estar. Depois, partilhámos juntos, um breve lanche, após o qual estive durante uma hora a fazer dedicatórias nos livros adquiridos.

Obrigado a todos os professores e educadores das escolas que visitei por terem dado a ler os meus livros!

Em sinal de gratidão, dedico-vos um poema intitulado “Todas as crianças da terra” do poeta português (emigrante no Brasil), falecido em 1982. Sem mais:

Um capacete de guerra tem um ar carrancudo
Muito mais bela é uma flor
Uma flor tem tudo
para falar de paz e de amor.

Mas se virarmos o capacete de guerra
ele será um vaso, e é bem capaz
de ter uma flor num pouco de terra
e falar de amor e de paz.

A paz é uma pomba que voa.
É um casal de namorados.
São os pardais de Lisboa
que fazem ninho nos telhados.

E é o riacho de mansinho
que saltita nas pedras morenas
e toda a calma do caminho
com árvores altas e serenas.

A paz é o livro que ensina
É uma vela em alto mar
e é o cabelo da o menina
que o vento conseguiu soltar.

E é o trabalho, o pão, a mesa,
a seara de trigo, ou de milho,
e perto da lâmpada acesa
a mãe que embala o seu filho.

A paz é quando um canhão
muito feio e de poucas falas
sente bater um coração
e dispara cravos, em vez de balas.

E é o braço que dás
no dia em que tu partires,
e as gotas de chuvas da paz
no balanço do arco-íris.

É luar de lua cheia
tocando as casas e a rua,
são conchas, búzios na areia,
a paz é minha e é tua.

É o povo todo unido
no mundo, de norte a sul,
e é um balão colorido
subindo no céu azul.

A paz é o oposto da guerra
é o sol, são as madrugadas,
e todas as crianças da terra
de mãos dadas, de mãos dadas,
de mãos dadas.

(Sidónio Muralha)

domingo, 7 de março de 2010

SOPA DE LETRAS NO LETRA PEQUENA

Na passada Quinta-feira, com o título "Português na sopa… (de letras)", Rita Pimenta escreveu no seu blog - Letra Pequena -, o seguinte sobre o meu (e da Anabela Dias) livro:
Sobre o livro Sopa de Letras (de onde retirámos esta ilustração), diz o autor (que escreve as receitas...) João Manuel Ribeiro: “As letras do Alfabeto, vogais e consoantes, temperadas com acentos e com rimas à mistura, são os ingredientes desta Sopa de Letras para aprender a salivar por mais. Bom apetite!”
Obrigada, João. Letra pequena já provou e gostou. Por isso, vem partilhar parte da sopa com todos os gulosos pela língua portuguesa.

“Com a letra A
digo ao alfabeto:
— Cheguei cá!

Com a letra B
brinco e divirto-me:
— bê-á-bá, bá-é-bê!

Com a letra C
cresço e aprendo
como já se vê.

(…)

Com a letra U
construo a união
e faço amigos como tu!

(…)

Com a letra Z
concluo o alfabeto,
bem se vê!”

SEMANA DA LEITURA, SEMANA DE ANDANÇAS 7

A minha Semana da Leitura foi muito especial, andarilhando muito, visitando escolas, lendo poemas e histórias, vendo e ouvindo ler textos meus.
A semana começou na EB1/2 de Tondela e na EB 2/3 de Oliveira do Hospital, acompanhado pela Natália Moleira (da Livraria K de Livro de Pombal). Valeram a pena os 350 km do dia!
Continuou na Terça-feira, no Centro Cultural de Paredes de Coura, onde me encontrei com todos os alunos do 1.º Ciclo – e houve festa da “rija” à volta da palavra, do canto e da dança. Lembrei-me das palavras de António Gómez Yebra, que escreveu: "A poesia torna-nos mais ternos, mais sãos, mais afectuosos, mais atentos aos problemas que nos rodeiam, mais abertos aos outros e também mais respeitadores deste planeta que temos entre mãos. “
Na Quarta-feira estive na Póvoa de Varzim, na Biblioteca Municipal, numa brevíssima Oficina de Poesia com uma turma do 4.º ano e outra do 1.º ano (acompanhado pela responsável da iniciativa, a Cláudia Ribeiro).
Na Quinta-feira voltei à Póvoa de Varzim, à EB 1 do Século, tendo-me encontrado com todas as turmas daquela escola, a convite da Dra. Teresa Salgado.
Na Sexta-feira, passei um dia magnífico na EB 2/3 da Guia (em Pombal). Nesta escola, nesse dia “a poesia foi a música de todas as horas” (como escrevi no livro de honra da escola). O acolhimento por parte da equipa de biblioteca e demais professores e alunos foi extremoso.
Ao fim do dia, vi, com agrado, o programa “falaescreveacertaganha”, na RTP2, cujo livro do dia era o “Poemas para Brincalhar”.
No Sábado, acompanhei a Anabela Dias na Inauguração da Exposição de originais dos nossos livros – Poemas para Brincalhar e Sopa de Letras – na Livraria “Velhotes” em V. N. de Gaia.

O SEMÁFORO CHORÃO NA PAIS & FILHOS

O SEMÁFORO CHORÃO NA PAIS & FILHOS DE AGOSTO Leonor Riscado apresenta, na revista Pais & Flhos, do mês de agosto, o meu livro &qu...