Livro da Semana - Aventura no Abecedário


O abecedário é uma fonte inesgotável de criatividade. Neste “Aventura no abecedário”, de Palmira Martins (Editora Educação Nacional, 2016), o alfabeto é um caldeirão mágico, em que as letras se juntam e formam palavras. A esta ideia, relativamente original, não faz jus o título, nem, a meu ver, os temas e os poemas do interior do livro. 
São múltiplos e variados os temas apresentados nos poemas do livro, com especial incidência para os animais, como o “Burro Bonifácio”, o “Elefante Enamorado”, a “Girafa”, a “Hiena”, o “Jacarezinho”, a “Onça-Pintada”, o “Rino, o rinoceronte”, os “Ursos”, a par de algumas profissões, como os acrobatas, trapezistas, palhaços, malabaristas de o “Circo”, a dançarina, a “Karateca amuada”, a “Motociclista descuidada”, o “Quim Pescador”, o “Valério viajante”.
Acresce a particularidade do destaque (da cor) emprestado às palavras começadas com a letra do alfabeto respetiva, e da presença da mesma na ilustração, o que, parece-nos, quebra alguma possível monotonia gráfica ou a falta de respiração do texto face à ilustração (como, por exemplo, no poema “Quim pescador”).
As ilustrações de Elsa Fernandes, no estilo que se lhe reconhece e a caracteriza, complementam (e, uma ou outra vez, acrescentam) magnificamente o cunho humorístico da maioria dos poemas, mesmo naqueles em que os adjetivos nos conduziriam a um ambiente triste ou melancólico, como, por exemplo, em “Sara assustada”, ou “Zélia Zangada”.
Um livro a não perder, sobretudo para quem quer / tem / precisa de fazer conhecer o abecedário. Creio que pode ser, de verdade, uma “aventura no abecedário”, até porque, como se indica no poema da letra S, “a vida nos livros é mais divertida”.
Recomendo!

Comentários

Mensagens populares