Poema(s) sobre poesia

QUE IMPORTA, POESIA



Que importa, Poesia,
que vivas apenas um momento
de relâmpago num punhal?

Eu não nasci para apodrecer de glória
nos jazigos das selectas
ou para andar com a dor de fora
como os outros poetas.

Nasci para este instante de grito nas bocas a ignorarem-me
- brilho fugaz dum raio de sol escuro
a rasgar na floresta
imitações de aurora.

Vá, Poesia, despreza a glória do futuro
e grita, raiva, protesta!

(Mas o meu coração chora.)

José Gomes Ferreira (Café, 1945, 1946, 1947, 1948)

Comentários

Mensagens populares